O evento

IV Congresso Envelhecimento Ativo debate soluções para o trabalho 50+

O envelhecimento populacional é um grande desafio. No mundo, a cada segundo duas pessoas celebram seu sexagésimo aniversário. Uma em cada nove tem 60 anos de idade ou mais, e estima-se um crescimento para uma em cada cinco para 2050. (UNFPA, 2009)

No Brasil, o ritmo é acelerado. Estima-se que, em 40 anos, a população idosa vai triplicar no país, passando de 19,6 milhões (10% da população brasileira), em 2010, para 66,5 milhões de pessoas, em 2050 (29,3%). (IBGE, 2016).

Os estudos estimam que a ‘virada’ no perfil da população acontecerá em 2030, quando o número absoluto e o percentual de brasileiros com 60 anos ou mais de idade vão ultrapassar o de crianças de 0 a 14 anos.

Se por um lado a longevidade pode impactar a saúde e a previdência, por outro, pode representar grandes oportunidades para a sociedade, governo e empresas. É necessário, portanto, que os esforços sejam concentrados para essa nova demanda.

Por isso, o IV Congresso Envelhecimento Ativo, iniciativa do vereador Gilberto Natalini, aborda o tema ‘Envelhecimento, trabalho e inclusão social: desafios e perspectivas’, no dia 22 de setembro, das 08h às 17h, no salão nobre na Câmara Municipal de São Paulo.

Na programação, além da reflexão sobre o mercado, políticas públicas e leis de incentivo, também o empresariado paulista deverá compor as mesas, na busca de integrar os vários elementos que compõem a desafiadora questão de empregabilidade e geração de renda para homens e mulheres que envelhecem e representam uma mão-de-obra experiente e potencialmente produtiva.

Na edição deste ano, uma novidade: uma premiação irá motivar o intercâmbio de gerações, com o patrocínio do Hospital Premier, parceiro do Congresso.

A mudança demográfica traz desafios enormes e acredito que é com a soma de esforços, interesses e iniciativas que podemos encontrar soluções justas e viáveis’, enfatiza Gilberto Natalini.

A expectativa é grande para o Congresso deste ano que deverá, ainda, promover pré-encontros para incentivar a troca de experiências e boas práticas na capacitação de pessoas com mais de 50 anos.

Sejam bem-vindos ao debate!

Comissão Organizadora

IV Congresso Municipal sobre Envelhecimento Ativo

 

Gilberto Natalini

Médico e Vereador PV/ SP
Proponente do Congresso Envelhecimento Ativo – Cidade Amiga do Idoso
_______________________________
Conheça a Comissão Organizadora e os parceiros deste evento. Saiba mais sobre o Prêmio Ecléa Bosi
Veja a Programação.

23 pensamentos sobre “O evento

  1. Olá !
    Gostaria de saber se esse evento do dia 22 de setembro, envelhecimento ativo se é curso de cuidador de idosos, Com certificado ?

  2. Olá !!
    Gostaria de saber como faz para apresentação de Banner, para onde mando, não encontrei essa informação aqui no site. A minha orientadora estará na banca apresentando a Cláudia Gil, temos uma pesquisa juntas sobre o tema do congresso. Agradeço, aguardo retorno se possível. Obrigada.

  3. eu realmente sou da terceira idade,mais sofro muito com o atendimento médico que é de pessima qualidade, o pior quando precisamos de uma especialidade hoje sou vítima deste desprezo,isso já mim fez com quer recorrer a remédios que não são receitados por médico e sim poe indicação de amigo,porque médico não tem,meu problema é ortopédico uma lésão no joelho, vivo sofrendo muito com essas dores que tanto incomoda.

  4. Achei o congresso muito bom, fico feliz pelas coisas que ouvi e a forma como se preocupam com a questão da pessoa idosa. Eu que trabalho em CRAS como assistente social, vi o quanto nós precisamos nos esmerar para atendê-los e encaminhá-los cada vez melhor. Parabéns pela vossa proposta e fico no aguardo das palestras deste dia muito iluminado.

  5. Aline Karem dos Santos: Gostei muito do seu comentário :profissionais capacitados qualificados e dedicados.

    O envelhecimento ativo vem de encontro com o que necessitamos, vamos participar.

    A Comissão Organizadora desse evento recebe meus parabéns!!

  6. Estou mega feliz por ter aceitado minha inscrição. O envelhecimento é uma área que quero muito atuar, pois é um público vulnerável, que mesmo tendo contribuído muito para a sociedade e seio familiar é desvalorizado, menosprezado, sendo assim é preciso profissionais capacitados, qualificados e dedicados que amam e respeitam esse público alvo. Sou formada: assistente social, porém não tive a sorte ainda de assumir a profissão, mas sempre que tiver a oportunidade quero estar participando desses e outros eventos. Desde já agradeço.

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s